terça-feira, 28 de março de 2017

Brasil faz do Paraguai a sua nova vítima e aumenta euforia da torcida




A cada rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo, o técnico Tite ganha um novo motivo para se preocupar com a euforia em torno da Seleção Brasileira. Nesta quinta-feira, por exemplo, a sua equipe foi a Itaquera e não tomou conhecimento do Paraguai. Venceu por 3 a 0, com gols do meia Philippe Coutinho no primeiro tempo e do atacante Neymar (que ainda perdeu um pênalti) e do lateral esquerdo Marcelo no segundo.

Virtualmente classificado para o Mundial da Rússia, em 2018, o Brasil alcançou os 33 pontos ganhos, na liderança disparada das Eliminatórias após ganhar os oito jogos que disputou com o técnico Tite à beira do campo. Os próximos serão contra Equador, dentro de casa, e Colômbia, fora, entre o final de agosto e o início de setembro.

Já o Paraguai permanece fora da zona de classificação para a Copa do Mundo, com os seus 18 pontos. Ainda sonhando com uma vaga, o time dirigido por Arce receberá o Chile e visitará o Uruguai nas rodadas seguintes.

O jogo – A Seleção Brasileira já havia amansado o sempre exigente público paulista antes mesmo de entrar em campo. A série invicta sob o comando de Tite fazia até quem não é corintiano idolatrar o treinador minutos antes de a partida contra o Paraguai começar em Itaquera. Para os torcedores do clube proprietário do estádio, a festa se estendia a jogadores como Marquinhos, Fagner e Renato Augusto – e mesmo para um adversário, o atacante Ángel Romero, reserva da equipe paraguaia.

Quando a bola rolou, o Paraguai pareceu sentir a pressão. Jogou a bola bizarramente para a lateral logo na saída de jogo, no meio-campo. Do outro lado, o Brasil contava com a tranquilidade mostrada em compromissos recentes – como quando teve paciência para alcançar uma goleada por 4 a 1 sobre o Uruguai, de virada, em Montevidéu – para superar o estilo de jogo pouco corajoso dos visitantes.

A ordem de Tite era fazer a bola rodar de um lado a outro do gramado, à procura de espaços na fechada defesa paraguaia. O capitão Neymar se mostrou a principal válvula de escape brasileira, levantando o público com as suas fintas e sendo ele próprio erguido pelos paraguaios, que o brecavam com faltas. Nas cobranças, quem aparecia bem era o goleiro Antony Silva.

O outro goleiro em campo, Alisson, permanecia com o seu uniforme verde limpo. Com somente 25% de posse de bola, o Paraguai não representava uma ameaça quando avançava à base de chutões e da velocidade de Derlis González. Sem se assustar, a torcida brasileira era mais estimulada pelos tiros de meta cobrados por Antony Silva, marcados pelos berros de “bicha”. O furor homofóbico era tamanho que fez o animado locutor de Itaquera pedir “respeito” ao oponente – e ser repreendido com vaias.

Como o placar permaneceu zerado durante mais de meia hora, os gritos de “bicha” passaram a se alternar com o silêncio quando o Brasil estava com a bola, com entusiasmo esporádico com algumas jogadas de efeito (como em um chapéu aplicado por Fagner). Aos 33 minutos, porém, Philippe Coutinho fez o público recobrar a vibração. Ele carregou da direita para o meio, tabelou com Paulinho, que devolveu de calcanhar, e finalizou no canto para anotar 1 a 0.

Ao coro de “o campeão voltou”, os torcedores brasileiros só voltaram a se manifestar negativamente outra vez depois do intervalo, quando o experiente zagueiro Thiago Silva (marcado pelo choro na Copa do Mundo de 2014) substituiu o ex-corintiano Marquinhos. No Paraguai, Arce apostou no meia Óscar Romero, o irmão gêmeo de Ángel Romero, na vaga de Almirón.

Com duas peças diferentes no gramado, o jogo seguiu o mesmo. Ainda superior, a Seleção Brasileira teve a grande chance para ampliar o marcador aos cinco minutos. Neymar carregou a bola para dentro da área, passou por Paulo da Silva e caiu ao encontrar a perna de Rodrigo Rojas. Pênalti. O próprio astro do Barcelona cobrou – mal – e parou na defesa de Antony Silva.

“Neymar! Neymar! Neymar!”, apoiaram os torcedores, sem se importar por terem sido frustrados ao gravar o pênalti perdido com seus telefones celulares. O atacante justificou o voto de confiança. Aos 18 minutos, ele voltou a avançar pelo lado esquerdo da área paraguaia, deu um drible de corpo no seu marcador e chutou. A bola desviou no meio do caminho e entrou.

Pouco mais tarde, Neymar voltou a colocar a bola na rede mais ou menos daquela distância, com uma conclusão cruzada, após dar sequência a uma jogada que ele mesmo pareceu acreditar estar em impedimento. Com atraso – o astro brasileiro já comemorava com a bandeirinha de escanteio –, a arbitragem invalidou o que seria o terceiro gol da equipe de Tite.

Aos 30 minutos, a torcida local esqueceu o protesto contra o árbitro para ovacionar um adversário. Ángel Romero, atacante do Corinthians, substituiu Cecilio Domínguez e foi ovacionado pela parte do público mais habituada a frequentar o estádio da Zona Leste paulistana. Não muito tempo depois, todos os brasileiros já estavam unidos outra vez para gritar “olé”.

Embora a Seleção não diminuísse o ritmo, Tite resolveu mexer nos minutos finais, com as entradas de Diego Souza e Willian nas posições de Roberto Firmino e Philippe Coutinho. Antes disso, houve tempo de marcar o terceiro gol. Aos 40, Marcelo foi outro a receber uma assistência de calcanhar de Paulinho e completou por cima de Antony Silva para fechar a contagem em Itaquera.

FICHA TÉCNICA

BRASIL 3 X 0 PARAGUAI

Local: Estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)
Data: 28 de março de 2017, terça-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Víctor Carrillo (Peru)
Assistentes: Jonny Bossio e Coty Carrera (ambos do Peru)
Público: 44.378 pagantes
Renda: R$ 12.323.925,00
Cartões amarelos: Bruno Valdez, Rodrigo Rojas e Cecilio Domínguez (Paraguai)
Gols: BRASIL: Philippe Coutinho, aos 33 minutos do primeiro tempo, Neymar, aos 18, e Marcelo, aos 40 minutos do segundo tempo

BRASIL: Alisson; Fagner, Marquinhos (Thiago Silva), Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho, Philippe Coutinho (Willian), Renato Augusto e Neymar; Roberto Firmino (Diego Souza)
Técnico: Tite

PARAGUAI: Antony Silva, Bruno Valdez, Paulo da Silva, Dario Verón e Junior Alonso; Cristian Riveros, Rodrigo Rojas, Hernan Perez e Almirón (Óscar Romero); Derlis González (Federico Santander) e Cecilio Domínguez (Ángel Romero)
Técnico: Francisco Arce

Fonte Gazetaesportiva
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

CALL NET

CALL NET
GANDU BAHIA

RÁDIO CACAU WEB GANDU

Publicidade

Problemas ao ouvir?

Aplicativo RadiosNetAPP RadiosNet

Para ouvir essa rádio é necessário ter instalado o aplicativo RadiosNet para iOS

Para baixar é bem simples! Aperte o botão "Baixar Aplicativo" ou busque direto na App Store por RadiosNet.

Baixar Aplicativo

Ouça Rádio Cacau Web no seu celular ou tablet

Informações da Rádio

Segmentos: Eclética

Cidade: Gandu

Região: Sul Baiano

Estado: Bahia

País: Brasil

Site: http://radiocacauweb.com.br/

(Webradio)

Atualizar informações da rádio

Compartilhe!

INSTITUTO DE SAÚDE IRISMÁ SOUSA

INSTITUTO DE SAÚDE IRISMÁ SOUSA

INSTITUTO DE SAÚDE IRISMÁ SOUSA

INSTITUTO DE SAÚDE IRISMÁ SOUSA

INSTITUTO DE SAÚDE IRISMÁ SOUSA (ISIS)

INSTITUTO DE SAÚDE IRISMÁ SOUSA (ISIS)

INSTITUTO DE SAÚDE IRISMÁ SOUSA

INSTITUTO DE SAÚDE IRISMÁ SOUSA

ENDOCRINOLOGISTA E ORTOMOLECULAR

ENDOCRINOLOGISTA E ORTOMOLECULAR
DR. JEFEFERSON MIRANDA

INSTITUTO IRISMÁ

INSTITUTO IRISMÁ
REUMATOLOGISTA

INSTITUTO IRISMA SOUSA

INSTITUTO IRISMA SOUSA
INSTITUTO IRISMA SOUSA

NUTRICIONISTA

NUTRICIONISTA
INSTITUTO IRISMA SOUSA

CONSTRU PORTAS MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO

CONSTRU PORTAS  MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO
BAIRRO TEOTÓNIO CALHEIRA GANDU BA

INSTITUTO IRISMÁ SOUSA

INSTITUTO IRISMÁ SOUSA

INSTITUTO IRISMA SOUSA

INSTITUTO IRISMA SOUSA
UTRASSOM 3D

INSTITUTO DE SAÚDE IRISMÁ SOUSA (ISIS)

INSTITUTO DE SAÚDE IRISMÁ SOUSA (ISIS)

INSTITUTO DE SAUDE IRISMÁ SOUSA

INSTITUTO DE SAUDE  IRISMÁ SOUSA

INSTITUTO DE SAUDE IRISMÁ SOUSA

INSTITUTO DE SAUDE  IRISMÁ SOUSA
ESPIROMETRIA NOVO EXAME DE ESPIROMETRIA TAMBÉM CONHECIDO COMO TESTE DO SOPRO. AGENDE SEU EXAME!

INSTITUTO DE SAUDE IRISMÁ SOUSA

INSTITUTO DE SAUDE  IRISMÁ SOUSA

WATSAP

WATSAP
MARCELO MENDES

MENSAGEM

HORÓSCOPO

Seguidores

ELETROENCEFALOGRAMA (EEG)

ELETROENCEFALOGRAMA (EEG)
GANDU - BA AGENDAMENTO 73 3254 =1141

Fisioterapia - Marque sua consulta tel 3254-1141

Fisioterapia - Marque sua consulta tel 3254-1141
Clinica Irisma ,Praça da Feira , Gandu Ba

Exame de Bioimpedância

Exame de Bioimpedância
AGENDAMENTO 73 3254 1141

MM PELO MUNDO

Total de visualizações

Tecnologia do Blogger.

Postagens populares